Não há soluções, há caminhos: 14 de fevereiro

As pessoas têm uma grande dificuldade de fazer compromissos a longo prazo. É uma nota da nossa sociedade que precisa de ser enfrentada. Com tantas mudanças e tão rápidas com tantas rupturas, com toda a instabilidade de emprego, sempre precário, é difícil formar uma consciência de compromisso. Não é só no casamento, é em tudo!

Um mundo a recibos verdes tem os seus perigos, afecta a dimensão essencial da estabilidade e, sob a capa da mobilidade, esconde uma perda de responsabilidade social.

Vasco P. Magalhães, sj