Não há soluções, há caminhos: 13 de fevereiro

Hoje os sociólogos, os psicólogos, os políticos gostam de falar de vários modelos de família ou de famílias alternativas, mas na realidade só existe um modelo de família, aquela a que depreciativamente chamam “família tradicional”, constituída por pai, mãe, filhos, onde se exerce uma paternidade e uma maternidade responsáveis, que é dar vida, e não só vida biológica.

Se está doente trata-se, não se substitui. Lutar pela família é lutar pela sobrevivência, por uma sã “ecologia” da sociedade.

Vasco P. Magalhães, sj

.